24 de novembro de 2010

Vinda avisada

Gostamos muito quando alguém nos anuncia sua visita, especialmente se vem de longe. Então temos tempo para arrumar a casa, fazer algumas compras e preparar um ambiente aprazível para a visita. Mas como seria se nos avisasse três vezes?  Não seria demais, desnecessário ? Jesus nos avisou várias vezes durante sua jornada na terra que voltaria. E para encerrar as profecias do Apocalipse, no último capítulo declara três vezes que virá em breve. Não demoraria, mas não marca o dia nem a hora.
Séculos antes de Cristo, o profeta Joel, e vários outros servos de Deus no Antigo Testamento predisseram a vinda do dia do Senhor em que julgará as nações rebeldes e abençoará o povo de Deus. Em suma, as profecias apontaram tanto para a primeira vinda de Cristo como para a segunda. Na primeira, Cristo tornou-se homem, morreu e ressuscitou, subiu ao Pai e enviou o Espírito Santo. Na segunda vinda virá julgar este mundo na grande consumação dos séculos. A maior alegria para Jesus será sua volta para dar salvação eterna a todos os que nele creram. Não é de admirar, então, que por três vezes assinalou que em breve virá. Assim deu o toque final ao seu plano revelado, alertando os pecadores mais uma vez e assegurando aos salvos que a qualquer hora viria buscá-los.
E se parecer que se passaram muitos anos sem Cristo ter vindo, lembremos: " O Senhor não demora em cumprir sua promessa, como julgam alguns, Ao contrário, Ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém se perca, mas que todos cheguem ao arrependimento" (2 Pe 3:9). Você está preparado para o dia do Senhor ? Com paciência Ele espera que o aceite como Salvador, para gozar a eternidade com Ele e para não sofrer eternamente com os demais que adiaram sua decisão. Se é cristão, viva a mostrar que "nossa cidadania... está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo" (Fp 3:20).



Eis que venho em breve ! (Ap 22:7)

Retirado do livro Pão Diário n° 11

Nenhum comentário: